Avançam entendimentos entre Brasil e Argentina sobre ponte internacional em Porto Xavier

Aconteceu, enfim, essa semana, a reunião da Comissão Binacional dos acordos internacionais Brasil/Argentina para tratar da construção da ponte internacional ligando Porto Xavier, no Rio Grande do Sul, a San Javier, no país vizinho. A reunião aconteceu por videoconferência, por solicitação do ministro de Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, e de seu colega argentino, Jorge Faurier. Participaram representantes dos Ministérios de Relações Exteriores e de Transportes dos dois países. O deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), um dos maiores entusiastas da ponte, recebeu em seu gabinete a Embaixadora Eugênia Barthelmess e o Conselheiro Eduardo Ferreira, ambos do Itamaraty, que relataram os resultados da videoconferência. O governo argentino aceitou o Estudo de Viabilidade Técnica elaborado pelos dois países que definiu Porto Xavier e San Javier como locais ideias e mais viáveis economicamente para a construção da ponte. Os argentinos também concordaram que o Brasil elabore o pré-projeto da ponte.

Segundo Darcísio Perondi, “a Argentina precisava concordar com o estudo e isso aconteceu. Agora é focar na elaboração do pré-projeto, com os recursos que os prefeitos gaúchos das Missões estão buscando”, afirmou. O parlamentar se comprometeu a procurar o embaixador argentino no Brasil, Carlos Magariños, outro entusiasta da ponte, para que eventuais resistências sejam removidas no governo da Argentina. “Há necessidade de mobilização, agora no mês de janeiro, dos argentinos em favor da ponte, como acontece do lado brasileiro, de governadores e prefeitos. Vou esperar janeiro passar e se os argentinos não se mexerem, vou conversar com o presidente Michel Temer em fevereiro. Acredito que ele pode resolver pendências com o presidente Maurício Macri”.

Segundo Darcísio Perondi, que é vice-líder do Governo Michel Temer na Câmara, se tudo caminhar bem, o pré-projeto da ponte deve estar pronto em março de 2018, para que os recursos de uma Emenda da Bancada Gaúcha ao Orçamento da União, no valor de quase R$ 60 milhões, possam ser empenhados ainda no primeiro semestre.

Outra dificuldade levantada pelos argentinos e que gera resistência, é quanto à falta de policiamento federal nos postos de fronteira do lado brasileiro. “Eu e o deputado Cajar Nardes (PODE-RS), com apoio do Itamaraty, fomos à Polícia Federal e o novo Diretor-Geral, delegado Fernando Segóvia, se comprometeu a designar 72 novos policiais para a aduana de Uruguaiana, na fronteira com Paso de Los Libres. A Embratur também está mobilizada para facilitar a documentação de turistas argentinos que quiserem ingressar no Brasil. Este é um governo que faz andar, que está apoiando o sonho da ponte. Vencemos mais uma etapa e demos mais um passo importante”, comemorou Perondi.

 

Texto: Fábio Paiva

Foto (Rogério Lisboa): O deputado Darcísio Perondi recebeu em seu gabinete a Embaixadora do Itamaraty Eugênia Barthelmess e o Conselheiro Eduardo Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *