Empenhados R$ 2,6 milhões para Hospital de São Luiz Gonzaga

O deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), vice-líder do Governo Michel Temer na Câmara, anunciou o empenho de R$ 2,6 milhões para o Hospital de São Luiz Gonzaga. Os recursos foram negociados pelo parlamentar junto ao Governo Federal e estão previstos no Orçamento Geral da União de 2017  para Apoio e Manutenção de Unidades de Saúde. Quando liberados, serão utilizados na reforma completa e modernização do Hospital.

“Estou muito feliz com esta notícia. Trata-se de um hospital microrregional, que atende a mais de 10 municípios. São prefeituras que ajudam a mantê-lo funcionando. Com esses recursos, o hospital vai ganhar roupa nova, pois será reformado e modernizado completamente. Depois, numa outra etapa, vamos colocar o que existe de mais moderno em aparelhos e equipamentos, inclusive para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O cidadão de São Luiz Gonzaga não vai precisar mais se deslocar para Santo Ângelo ou Ijuí. Com hospital reformado e tecnologia de ponta, não tenho dúvidas que a cidade também vai receber, a cada dia, uma quantidade maior de médicos”, comemorou Perondi.

O empenho significa que os projetos apresentados pela Prefeitura foram aprovados pelo Governo Federal e os recursos já estão reservados. Segundo Darcísio Perondi, saúde é o bem maior do ser humano e deve ser sempre a prioridade número um dos políticos. “Fico feliz, nesses tempos pós-recessão, em contribuir para ajudar, não só o Hospital de São Luiz Gonzaga, mas muitas outras instituições filantrópicas e comunitárias no meu Estado. Agora vou trabalhar para que os recursos sejam liberados o mais rapidamente possível pelo Governo, pois essas instituições não podem esperar”, afirmou o parlamentar gaúcho.

Perondi acredita que até a metade de 2018 os recursos devem ser liberados pelo Ministério da Saúde e as obras poderão ser iniciadas. “Eu adoro São Luiz, que me abraçou e confia em mim e no meu trabalho. Vou continuar retribuindo este carinho e esta oportunidade, principalmente na área da saúde. Afinal, quando cessa a vida, tudo cessa”, completou Perondi.

 

Texto: Fábio Paiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *