Empenhados R$ 3,380 milhões para equipamentos agrícolas

O deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), vice-líder do Governo Michel Temer na Câmara, comunicou o empenho de recursos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para 17 municípios gaúchos e que somam R$ 3,380 milhões. O dinheiro, quando liberado, será usado na aquisição de equipamentos, patrulhas agrícolas e retroescavadeiras para uso de pequenos agricultores. Os recursos foram priorizados e conseguidos por Perondi diretamente com o ministro Blairo Maggi.

O empenho significa que os projetos apresentados pelas prefeituras foram aprovados pelo Governo Federal e os recursos já estão reservados. Darcísio Perondi se comprometeu a trabalhar em Brasília para que sejam liberados o mais rapidamente possível.

Estão sendo beneficiados com equipamentos os municípios de Barracão (R$ 200 mil), Derrubadas (R$ 200 mil), São José do Ouro (R$ 200 mil), Sobradinho (R$ 300 mil) e Tio Hugo (R$ 100 mil). Vão receber retroescavadeiras, a um custo de R$ 240 mil cada, os municípios de Arroio do Meio e Iraí. Já os municípios de Alegrete, Crissiumal, Estância Velha, Guarani das Missões, Jaguari, Nova Palma, Santa Maria, São Francisco de Paula, São José do Ouro e Tapejara vão receber patrulhas agrícolas mecanizadas, a um custo unitário de R$ 190 mil.

Segundo Perondi, o Brasil superou a maior crise econômica de sua história e que refletiu com mais intensidade nos municípios. “Cada equipamento, cada obra e cada recurso adquirido ajuda a prefeitura a também vencer esta crise que vem sendo combatida a cada dia pelo Governo Michel Temer. O País já está voltando aos trilhos, com as medidas e reformas que estão sendo propostas e que estamos nos empenhando em aprovar no Parlamento. Os números apontam a volta do crescimento e o fim da recessão. A confiança dos investidores e dos consumidores na economia também está voltando. Estamos reduzindo o desemprego e a inflação e combatendo a baixa qualidade dos serviços públicos”, afirmou Perondi.

 

Texto: Fábio Paiva

Foto (Ministério da Agricultura)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *