Governo Federal entra em campo por usina termelétrica de Rio Grande e por ponte em Porto Xavier

A pedido do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), o Ministério de Relações Exteriores vai entrar em campo para viabilizar duas obras importantes no Rio Grande do Sul: a usina termelétrica a gás, no porto de Rio Grande, e a ponte sobre o Rio Uruguai, em Porto Xavier. Os dois temas foram debatidos nessa segunda-feira (6), no Palácio do Itamaraty, com o ministro Aloysio Nunes Ferreira.

Segundo informou Perondi, o ministro Aloysio Nunes Ferreira vai convocar para uma reunião o embaixador dos Estados Unidos, Michael McKinley, e dizer a ele que o Governo brasileiro quer que a empresa norte-americana New Fortress Energy venha para o Brasil e assuma a outorga e a construção da usina termelétrica, com investimentos previstos de US$ 1 bilhão. Outra empresa, a Bolognesi, que venceu a concorrência em 2014, não conseguiu executar a obra. O contrato, então, foi cancelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica. Em duas reuniões ocorridas na semana passada, primeiro com o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho, e depois com diretores da ANEEL, a New Fortress reforçou sua intenção de assumir a obra, mas aguarda uma sinalização positiva do Governo brasileiro.

“O ministro Aloysio Nunes Ferreira, em nome do presidente Michel Temer, fará essa sinalização positiva. Afinal, o País, a Região Sul, o Estado do Rio Grande do Sul e o município de Rio Grande precisam destes vultosos investimentos externos, que vão proporcionar R$ 450 milhões a mais de ICMS por ano para os cofres do Estado e gerar 2.400 empregos diretos e outros cinco mil indiretos. É mais um passo que estamos dando nos terrenos político e diplomático para que consigamos reverter a cassação da outorga pela ANEEL e permitir a vinda da Fortress para assumir a obra. A usina é nossa e não vamos perdê-la”, afirmou o deputado Darcísio Perondi.

Sobre a ponte internacional entre Porto Xavier (Brasil) e San Javier (Argentina), no Rio Uruguai, o ministro Aloysio Nunes Ferreira ficou entusiasmado quando o deputado Darcísio Perondi lhe apresentou o documento oficial confirmando a destinação de quase R$ 82 milhões para a obra no Orçamento de 2018, através de uma Emenda da Bancada Gaúcha. Perondi, que é vice-líder do Governo na Câmara, pediu que o Itamaraty convoque a Comissão Binacional dos acordos internacionais Brasil/Argentina ainda no mês de novembro para que autorize a elaboração do pré-projeto da ponte. Perondi, inclusive, vai tratar do tema com o Embaixador da Argentina, Carlos Magariños. Perondi também vai solicitar ao ministro dos Transportes, Maurício Quintella, a liberação, ainda este ano, de R$ 3 milhões para o pré-projeto. “O presidente Michel Temer está animado com a construção da ponte e me recomendou que vá ao ministro Quintella. Se ele não resolver, o presidente garantiu que vai entrar em campo”, revelou Perondi. Segundo o parlamentar, “este ânimo das lideranças políticas, empresariais, sindicais e comunitárias regionais, contamina a nós, aqui em Brasília. Este ânimo nos faz tocar esse projeto para a frente. Temos um longo caminho, mas este é o resultado da boa política que estamos fazendo”.

 

Texto e fotos: Fábio Paiva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *