Perondi: “Brasil livre para retomar o crescimento”

“Mais uma vez a conspiração articulada pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fracassou e o Brasil está livre para retomar o crescimento”, afirmou o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) logo após o plenário da Câmara rejeitar, em sessão realizada nessa quarta-feira (25), a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Apesar de manobras da oposição, que fez de tudo para evitar o quórum em plenário, a denúncia, por organização criminosa e obstrução da justiça, foi rejeitada por  251 a 233. Com mais essa decisão, Michel Temer não será julgado pelo Supremo Tribunal Federal e as duas denúncias só serão analisadas após ele deixar o cargo, em 2019, quando não terá mais foro privilegiado. A primeira denúncia, por corrupção passiva, já havia sido rejeitada, no dia 2 de agosto, por 264 votos a 227.

Na avaliação do deputado Darcísio Perondi, vice-líder do Governo na Câmara, a rejeição da denúncia dá força para que o Presidente continue trabalhando para tirar o Brasil da maior crise política e econômica de sua história e avançando nas reformas necessárias, como a da previdência e a tributária.

Para Perondi, um dos parlamentares mais engajados na defesa de Temer, “foi muito bom para o Brasil ter encerrado hoje esse triste capítulo da política brasileira que começou no mês de maio em um conluio entre corporações públicas egoístas, opulentas e individualistas que se uniram a empresários inescrupulosos e bandidos”. Para Perondi, é fundamental construir uma agenda positiva para o Brasil, que passa por questões fiscais e, principalmente, pela reforma da previdência. “Estamos virando esta página de tempos tenebrosos de denúncias e dando estabilidade e paz ao presidente Michel Temer. Estamos criando as condições necessárias para a retomada da confiança, para que o mercado volte a investir e a gerar empregos”.

Perondi acredita que a última flechada de Rodrigo Janot acabou no próprio pé e logo ele terá que responder pela conspiração que liderou. “A gravação que fizeram com o Presidente da República foi espúria, falsa e organizada por Janot, procuradores e os empresários bandidos da J&F. Tanto é que a verdade apareceu. Os desdobramos comprovam que Janot agiu de maneira açodada e maldosa para tirar Temer do poder. Ele esperava com isso fazer seu sucessor na Procuradoria-Geral da República e evitar a aprovação da reforma da previdência. Rodrigo Janot liderou uma guerra das corporações públicas contra as reformas para tentar manter seus privilégios, aposentadorias precoces e milionárias”, afirmou.

O deputado Darcísio Perondi ainda criticou duramente deputados da oposição, formada por partidos como o PT, PCdoB, Rede, PSol e PDT, que tentaram durante todo o dia evitar o quórum em plenário. “Eles se esconderam nos banheiros do salão verde da Câmara e nos seus gabinetes. Esta oposição está envergonhada, inibida, constrangida e, principalmente, acovardada. Não pensa no Brasil e no bem-estar dos brasileiros”, completou.

 

Texto: Fábio Paiva

Foto (Artur Hugen): O deputado Darcísio Perondi foi um dos principais defensores do relatório do deputado Bonifácio de Andrada, pela rejeição da denúncia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *