R$ 190,25 bilhões para safra 2017/2018

Depois de liberar, no final de maio, R$ 30 bilhões para o Plano Safra da agricultura familiar, o presidente Michel Temer anunciou, nessa quarta-feira (7), o Plano Agrícola e Pecuário para a safra 2017/2018. Nesse sentido, serão disponibilizados R$ 190,25 bilhões em crédito rural – maior volume da história – que poderão ser acessados por médios e grandes produtores entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2018, com juros até dois por cento menores.

Michel Temer reforçou seu compromisso com a agropecuária brasileira e lembrou que, em 2016, o setor foi responsável por 40% das exportações. O Presidente destacou também o crescimento de 13,4% do PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio no primeiro trimestre deste ano, que ajudou a economia brasileira a crescer 1% no mesmo período, depois de 24 meses consecutivos de percentual negativo e de recessão profunda, herança dos governos petistas.

Segundo informou o vice-líder do Governo na Câmara, o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), estão sendo garantidos recursos para investimento em armazenagem, no valor total de R$ 1,6 bilhão, beneficiando cerealistas e cooperativas, que poderão investir recursos na construção de silos com prazo de amortização de 15 anos. “Conversei com diversos produtores agrícolas e todos foram unânimes em afirmar que armazenagem é hoje, de longe, o maior problema no campo, com déficit superior a 50 milhões de toneladas. O ponto alto do plano, segundo esses produtores, é o dinheiro para construir armazéns”, destacou Perondi.

Segundo informou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a previsão é de que 232 milhões de toneladas de grãos sejam colhidas este ano, a maior safra da história, com aumento de 24,3% em relação à safra 2016/2017. O volume de crédito para custeio e comercialização é de R$ 150,25 bilhões, sendo R$ 116,25 bilhões com juros controlados (taxas fixadas pelo governo) e R$ 34 bilhões com juros livres (livre negociação entre a instituição financeira e o produtor). O montante para investimento saltou de R$ 34,05 bilhões para R$ 38,15 bilhões, com aumento de 12%. Apoio à comercialização terá 1,4 bilhão.

“O presidente Michel Temer está otimista e animadíssimo e afirmou que ficará no cargo até 31 de dezembro de 2018. O País, apesar da crise, está funcionando e avançando. A normalidade está chegando nas empresas, comércio, serviços, Parlamento. Eu, também, estou com muita esperança no Brasil”, afirmou o deputado Darcísio Perondi.

 

Texto: Fábio Paiva

Fotos (Beto Barata/PR)

Fotos (Beto Barata/PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

35159071705_2351709a57_k

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *